Sair de um relacionamento abusivo

SAIR DE UM RELACIONAMENTO ABUSIVO

É necessário querer sair de um relacionamento abusivo e para isso deve-se:

  • Reconhecer o comportamento abusivo do parceiro;
  • Entender que o abusador não é dono da verdade e da razão;
  • Ter a convicção e clareza de que não mudará o parceiro;
  • Acreditar que poderá seguir em frente sem estar ao lado do abusador;
  • Planejar-se para fim do relacionamento;
  • Traçar suas próximas metas a serem seguidas;
  • Encorajar-se para fim da relação;
  • Pensar mais em si mesmo, investindo na autoestima;
  • Fortalecer-se para livrar dessa relação abusiva.

A maneira mais produtiva de superar um relacionamento é através da psicoterapia, porque além de vivenciar o processo de luto dessa relação, ajudará a levá-lo para processo de superação.

Encare com persistência! Você merece!

Afinal quem cuida da mente, cuida da vida!

Paula Freitas

Psicóloga, psicoterapeuta de casal e terapeuta sexual

WhatsApp – 11 98313 2371

WhatsApp:

paulafreitaspsicologa@gmail.com

@paulafreitaspsicologa

@relacionamentoabusivopsi

#paulafreitaspsicologa #relacionamentospsicologia #insightpsique #terapeutasexual #psicologaonline #psicoterapeutadecasal #psicoeducação #dificuldadesnosrelacionamentos #conflitosnosrelacionamentos #narcisista #relacionamentoamoroso #fimdorelacionamento #separação #sexualidade #relacionamentoabusivo #relacionamentoabusivopsi

O vício de estar numa relação abusiva

O VÍCIO DE ESTAR NUMA RELAÇÃO TÓXICA

A permanência de uma pessoa em uma relação tóxica ocorre porque a vítima demora para perceber que está nesse tipo de relação abusiva.

A pessoa continua numa relação tóxica como se fosse um vício, que de certa maneira a alimenta. Isso ocorre devido:

  • Baixa autoestima;
  • Medo da reação do parceiro, de ficar sozinha de ser rejeitada ou abandonada;
  • Acreditam que por amor tem que aceitar tudo;
  • Dependência emocional e financeira;
  • Acabam se acostumando com esse tipo de relacionamento e permanecem nessa zona de conforto, mesmo que dolorosa;
  • Sente-se insegura para tomar decisões;
  • Acreditam que podem mudar o parceiro.

É fundamental compreender que é uma vítima de tanto controle e manipulação emocional.

Afinal quem cuida da mente, cuida da vida!

Paula Freitas

Psicóloga, psicoterapeuta de casal e terapeuta sexual

WhatsApp – 11 98313 2371

WhatsApp:

paulafreitaspsicologa@gmail.com

@paulafreitaspsicologa

@relacionamentoabusivopsi

#paulafreitaspsicologa #relacionamentospsicologia #insightpsique #terapeutasexual #psicologaonline #psicoterapeutadecasal #psicoeducação #dificuldadesnosrelacionamentos #conflitosnosrelacionamentos #narcisista #relacionamentoamoroso #fimdorelacionamento #separação #sexualidade #relacionamentoabusivo #relacionamentoabusivopsi

As consequências do abuso emocional na saúde mental

AS CONSEQUÊNCIAS DO ABUSO PSICOLÓGICO PARA A SAÚDE MENTAL

O abuso psicológico traz graves consequências para a saúde mental e física do indivíduo.

Pode causar problemas com depressão e ansiedade, podendo desencadear síndrome do pânico, transtorno de estresse pós-traumático e até pensamentos suicidas.

O primeiro passo para evitar essas perigosas consequências é conseguir identificar tais abusos, não banalizando, achando que é natural.

As principais consequências da violência psicológica são:

  • Crise de ansiedade;
  • Sentimento de culpa;
  • Ambivalência de sentimentos;
  • Baixa autoestima;
  • Quadro depressivo;
  • Isolamento social;
  • Transtornos psicossomáticos;
  • Perda da capacidade de concentração e foco;
  • Despersonalização;
  • Alterações do sono e apetite.

Identificando a violência psicológica deve-se enfrentar a situação de uma maneira assertiva, sem agir com impulsividade. Estando difícil é recomendado a psicoterapia.

Afinal quem cuida da mente, cuida da vida!

Paula Freitas

Psicóloga, psicoterapeuta de casal e terapeuta sexual

WhatsApp – 11 98313 2371

WhatsApp:

paulafreitaspsicologa@gmail.com

@paulafreitaspsicologa

@relacionamentoabusivopsi

#paulafreitaspsicologa #relacionamentospsicologia #insightpsique #terapeutasexual #psicologaonline #psicoterapeutadecasal #psicoeducação #dificuldadesnosrelacionamentos #conflitosnosrelacionamentos #narcisista #relacionamentoamoroso #fimdorelacionamento #separação #sexualidade #relacionamentoabusivo #relacionamentoabusivopsi

Abuso emocional afeta saúde mental

O ABUSO EMOCIONAL AFETA A SAÚDE MENTAL

O abuso emocional pode acontecer em qualquer tipo de relacionamento, como familiar, profissional, amoroso e de amizade.

Geralmente, esse tipo de abuso vem acompanhado dos abusos morais e verbais, através de críticas excessivas, acusações, xingamentos, humilhações, retaliações, ofensas, desprezo, ameaças, silêncio ensurdecedor, controle, manipulação, enfim existem várias manifestações desses abusos que tanto machucam, ferem a pessoa e que fazem estragos na vida de quem sofre.

Infelizmente, a vítima acaba aceitando esses insultos de maneira natural, pois já faz parte da sua rotina.

Algumas pessoas conseguem perceber que isso não é natural e terminam essa relação, já outras tentam enfrentar, mudando suas próprias atitudes com medo de perdê-lo.

Cada um tem seu próprio tempo para essa percepção, mas muitas vezes, não conseguem tomar uma decisão sozinha. Nesses casos, a psicoterapia é primordial para que a vítima possa se fortalecer e tomar as rédeas da sua vida e investir em sua saúde mental.

Afinal quem cuida da mente, cuida da vida!

Paula Freitas

Psicóloga, psicoterapeuta de casal e terapeuta sexual

WhatsApp – 11 98313 2371

WhatsApp:

paulafreitaspsicologa@gmail.com

@paulafreitaspsicologa

@relacionamentoabusivopsi

#paulafreitaspsicologa #relacionamentospsicologia #insightpsique #terapeutasexual #psicologaonline #psicoterapeutadecasal #psicoeducação #dificuldadesnosrelacionamentos #conflitosnosrelacionamentos #narcisista #relacionamentoamoroso #fimdorelacionamento #separação #sexualidade #relacionamentoabusivo #relacionamentoabusivopsi

Uma relação abusiva prejudica a saúde mental?

UMA RELAÇÃO ABUSIVA PREJUDICA A SAÚDE MENTAL?

Ter relacionamentos saudáveis é primordial para a qualidade da saúde mental.

Ao estar num relacionamento abusivo, com tantas agressões psicológicas, morais, verbais, físicas ou sexuais, destroem sua autoestima e terá grande fragilidade emocional.

Para evitar isso, é fundamental observar alguns pontos:

  • Estar atento aos sinais, ao menor que seja, não justifique as atitudes do outro;
  • Invista em seu autoconhecimento para que assim aprenda a definir seus limites;
  • Não se afaste de amigos e familiares, tenha essa rede de apoio;
  • Aprofunde-se em conteúdos sobre relacionamentos abusivos.

Reconhecer que está numa relação abusiva é um grande passo para que assim consiga ssir disso, para investir em sua saúde mental.

Afinal quem cuida da mente, cuida da vida!

Paula Freitas

Psicóloga, psicoterapeuta de casal e terapeuta sexual

WhatsApp – 11 98313 2371

WhatsApp:

paulafreitaspsicologa@gmail.com

@paulafreitaspsicologa

@relacionamentoabusivopsi

#paulafreitaspsicologa #relacionamentospsicologia #insightpsique #terapeutasexual #psicologaonline #psicoterapeutadecasal #psicoeducação #dificuldadesnosrelacionamentos #conflitosnosrelacionamentos #narcisista #relacionamentoamoroso #fimdorelacionamento #separação #sexualidade #relacionamentoabusivo #relacionamentoabusivopsi